Sopa de Brócolis Low Carb

BROCOLIS_01A Sopa de Brócolis apareceu aqui no blog pela primeira vez em fevereiro de 2015 e, pra falar a verdade, foi a primeira vez que eu comi brócolis sem fazer careta, eu não tinha o menor carinho por este vegetal florido. A primeira vez que eu fiz segui ao pé da letra a receita do blog Nom Nom Nom Páleo, mas se lá pra cá eu não sigo uma receita ao pé da letra, já que é um prato bem versátil e eu normalmente faço com os ingredientes que tenho em casa, mas a base é a seguinte:

BROCOLIS_02

Ingredientes:

  • 600g de brócolis
  • 3 hastes de alho-poró
  • 2 cebolas brancas médias (ou 6 cebolinhas)
  • 1 colher de sopa de óleo de coco
  • 1 1/2 xícara de leite de coco
  • 1 colher de sopa de gengibre em pó (se vc gostar mais picante, pode usar 2 colheres de sopa, ou curry em pó também, fica uma delícia)
  • 750ml de caldo de algo* (de frango* ou de legumes)
  • Sal rosa (frescura minha?) e pimenta do reino moída na hora (essa não é frescura!)

Modo de preparo:

  1. Pique a cebola e alho-poró e refogue em óleo de coco por 10 minutos;
  2. Enquanto isso corte o brócolis em pedaços e lave bem, escorra, e coloque na panela com a cebola e o alho-poró, misture tudo;
  3. Adicione o caldo quentinho* até cobrir os vegetais (avalie as 750 pra ver se é muito ou pouco, se for muito não use tudo, se for pouco complete com água) e deixe cozinhar por 20 minutos;
  4. Adicione o curry, sal e pimenta, desligue o fogo e deixe descansar por 10m;
  5. Com um mixer de mão, misture tudo até ficar um creme e por último adicione o leite ou creme de coco;
  6. Voilá, eu sempre completo com um pouco de frango desfiado e sirvo com mais pimenta moída na hora.

*Eu normalmente uso caldo de frango e preparo antes da sopa, faço assim: cozinho dois peitos de frango em água, óleo de coco, uns pedacinhos de pimentões, sal e pimenta por +- 30m, até o frango ficar ao ponto de desfiar, daí uso o caldo que sobra na sopa. Se vc não for usar frango, daí faz o caldo como quiser. Se você não segue nenhuma dieta ou protocolo específico e ainda come açúcar e condimentos, até aqueles blocos de tempero em caixinha devem servir.

BROCOLIS_03

 

E aí, deu certo? ❤

A volta do cão arrependido

Primeiramente, sinceras desculpas por nunca ter respondido aos comentários que me pediam a receita de sopa de brócolis.

Segundamente, prometo fazer ela hoje à noite e postar a receita! 😀

Terceiramente, quase chorei ao ver tantos comentários arquivados aqui que eu nunca tinha lido, a Internet é demais ❤ Thank you!

Que vergonha! Minha última postagem é de Novembro de 2015, quase dois anos sem atualizar o lowcarbcarla, tive até que recuperar a senha do wordpress.

Eu continuei low carb e 2016 foi o ano mais fitness de toda a minha vida (sério gente, precisavam ver quanto peso eu tava levantando!), estava indo a uma academia maravilhosa e quase, quase, quase cheguei ao meu peso ideal. Cheguei tipo 4Kg perto do objetivo, tendo emagrecido um total de 42Kg desde o dia 7 de janeiro de 2013! Agora me sinto meio mal por não ter compartilhado a jornada aqui, mas em resumo os últimos quase 2 anos foram assim:

  • As coisas no trabalho ficaram mais trabalhosas, assumi um cargo novo e minha alegria de trabalhar de casa duas vezes por semana evitando transporte público parcialmente terminou. O que foi bom, cresci bastante profissionalmente e tudo continua lindo ❤
  • Me associei na melhor academia que provavelmente vou ter ido na vida. Fui membro de fevereiro de 2016 até abril de 2017, quando me mudei pra longe de academia. Não era só academia de exercícios, era também de nutrição e mente.
  • Me casei de novo! Em setembro do ano passado James e eu celebramos o casamento no Brasil, foi demais, foi muito legal, foi maravilhoso! Mas quase todo o tempo livre entre trabalho e academia foi dedicado à organização do casamento à distância. Valeu cada segundo ❤
  • Nos mudamos em maio desse ano e, todo mundo sabe que mudança de casa enmaluquece as pessoas de dieta.
  • De maio de 2017 pra cá a coisa degringolou um pouco, dieta tipo 75% on 25% off? Algumas semanas 100% on, outras semanas 180% off? Só vou comer um bolachinha no trabalho, tá bom, mas hoje é a última vez que pedimos pizza, ok, já que pedimos pizza vamos comer também um pouquinho do sorvete. Segunda-feira volto pra dieta e daí não tomo mais nenhum vinhozinho até o Natal. Só no meu aniversário. Mas que droga também, todo mundo sabe que essas super restrições não são boas pra ninguém. Eu sou uma mulher adulta, decidida, independente e se eu quiser sair e comer uma sobremesa e tomar uns coquetéis eu posso e eu mereço e eu estou quase no meu peso mesmo…
  • … E quase 10Kg a mais depois, a volta do cão arrependido e aqui estamos nós. A novidade mais recente é que fui diagnosticada com Tireoidite de Hashimoto, uma coisa que parece meio séria mas não tanto, que nenhuma mulher da minha família tem, que descreve 80% dos sintomas que eu tenho mas que atribuía à preguiça, à saudade e ao ‘estar ficando velha’, mas que nos próximos 3 meses vou tentar ‘acalmar’ com nutrição e suplementos, sem medicamentos. Só estou lendo sobre Hashimotos à uma semana, mas a coisa parece ser a culpada por degringolar à vida das pessoas, não é tudo culpa das minhas escapadelas da dieta ^_^

Hoje à noite vai ter sopa de brócolis!

Carla

Resultados do Whole30 (Whole60)

FullSizeRender-4

Que toquem as trombetas! Que rufem os tambores! O meu desafio particular do #whole60 terminou e vim aqui dar uma satisfação pra vocês. Juro que a minha verdadeira intenção era ter compartilhado mais posts, mas a vida laboral ficou agitada demais, acabei trabalhando horas extras no último mês e tudo o que eu menos queria era ficar na frente do computador em qualquer tempo livre. Enfim, estou super feliz de ter conseguido completar 60 dias sem industrializados no menu e, de tanto cozinhar, tive até que trocar o filtro do exaustor da cozinha.

Terminei o whole60 na quinta-feira da semana passada, dia 5 de novembro, um dia antes do meu aniversário de 30 anos! Olha +- tudo o que aconteceu nos últimos 60 dias:

  • Corri 2,5Km sem parar (naquela corrida de 5Km que participei);
  • Foram 7Kg eliminados (tá certo que quase 4Kg foi re-eliminação do que já tinha sido eliminado e foi recuperado na viagem para o BR), mas igual, yey!
  • O peso do dia 06/11/2016 não aparecia na minha balança desde 2003, ou seja, completei 30 anos menos gorda do que completei 20. CLAP! CLAP! CLAP! (sério, essa parte é muita alegria);
  • Entrei em uma calça jeans quase 8 tamanhos menores do que estava usando há exatamente 3 anos;
  • Cabou a alergia de novo o/

O que eu não consegui fazer, ou que não gostei:

  • Por falta de tempo e/ou criatividade, não me aventurei com vegetais novos;
  • Comi batata doce demais, na próxima preciso ficar mais lowcarb e menos whole30;
  • Não percebi uma melhoria no sono ou uma grande melhoria na energia como das outras vezes;
  • Depois da corrida que foi dia 10 de outubro, parei totalmente de me exercitar;
  • No dia 6, dia do aniversário, em vez de fazer a reintrodução como o protocolo do whole30 manda, comi e bebi tudo o que devia e não devia, e isso continuou no dia 7 e 8, muitas celebrações de aniversário cheias de açúcar e farinha.

E agora?

Desde terça-feira foquei de novo na dieta lowcarb, mas não whole. Tenho comido laticínios (queijos e cremes) e acho que isso não está me fazendo muito bem. Hoje acordei com a maior alergia. Vou evitar durante a semana para ver o que acontece. No mais a vida segue, contando os dias para as férias no Brasil em dezembro e já me preparando para iniciar uma nova rodada do #whole30 em janeiro!

Mais uma vez, obrigada por todas as mensagens de apoio e incentivo!

2012 vs 2015

Beijos! :*

Kombucha #fail

IMG_3156 (1)Desde que comecei a me preparar para o primeiro Whole30, li sobre o Kombucha e fiquei curiosa, mas não tinha provado até ontem. Kombucha é uma bebida probiótica feita a partir da fermentação de algum chá rico em cafeína pela adição de leveduras e bactérias e parece ser maravilhoso para regenerar a flora intestinal, além excelente para a saúde como um todo. Mais informações podem ser encontradas na internetsy.

Mas enfim. Durante a semana encontrei um kombucha num supermercado super fancy aqui de London e decidi comprar para provar. Esperei uma amiga para abrir a garrafa, em caso de dar treta. Hahaha. Foi horrível, gente. Um cheiro que não soubemos identificar se era queijo ou vinagre. E um gosto meio de vinho azedo. Sei lá. No final, segundo a minha amiga, até que não era tão ruim. Mas bem que ela abandonou quase todo o copo. Hahaha. Estou com metade da garrafa na geladeira esperando o momento para a segunda chance. Não vou desistir, acho que vou tentar fazer o meu próprio. Depois conto.

Bom, mas nem todo o final do semana foi o fracasso do kombucha, hoje comemoramos o sucesso de dois-sextos do caminho ao whole60 completados. Isso mesmo, pessoal! Já se passaram vinte-whole-dias desde que comecei o whole30 duplo e ontem sonhei que estava comendo APENAS um bolo de chocolate COM AS MÃOS, no estilo boca tão cheia de não conseguir nem mastigar, hahaha. Estou achando estranho tanto sonho com doce, nas primeiras duas rodadas do whole30 até sonhei que comia algo processado, mas nada se compara com o whole60. Sei lá. Pelo menos são só sonhos ^_^

Compulsão Alimentar

Comida

Compulsão: “Força a que compele a repetir um ato não deliberado, ou mesmo contrário à vontade da pessoa”.

Compulsão alimentar é um assunto sério e que a gente fala muito pouco. Eu precisei pagar alguém por muitos meses para entender que eu tinha um problema com a comida, foi difícil entender isso. A comida sempre foi/é fonte de conforto e união. A família se reúne para comer. Os amigos se encontram para comer. Os casais saem para comer. As reuniões de trabalho tem comidinha. A vizinha nova trouxe um bolo para dar oi. A tia manda bolachinhas frescas com a receita da avó. A sogra prepara o nosso prato favorito para agradar. O brigadeiro gourmet tem que provar. Como é que não vou comer o waffle de nutella quando for pra Amsterdam? Imagina ir pro Brasil e não comer o pão-de-queijo! Todas essas coisas são perfeitamente saudáveis e lindas se você não tem compulsão. Se você tem e está de dieta, qualquer um desses eventos pode ser o gatilho para o pensamento “agora que estraguei tudo, por que não ir até o fim?”. E daí recomeçar na segunda-feira. Ou depois do aniversário da tia. Ou depois do casamento da prima – melhor começar no ano novo logo, afinal logo vem o Natal e fazer dieta durante as festas não tem como. Tudo é um extremo quando você é compulsivo, não existe equilíbrio.

Não tem como comer só uma bolachinha.

Não dá pra comer só uma fatia de pizza.

É impossível abrir o pacote de salgadinho e deixar o resto pra depois.

Sair da dieta só por uma refeição e depois voltar é para os fortes.

Pode até ter equilíbrio na frente dos outros. Mas depois que a socialização acaba, sempre dá pra comer mais. Tem sempre uma tele-entrega amiga pra terminar a noite. Não é fácil como parece. Vai e volta.

Venho trabalhando na compulsão há quase 3 anos. Pra mim já funciona até o lance de “só hoje à noite” ou “só durante as duas semanas de férias”, mas a partir do momento que abro muitas excessões, não apenas saio dos trilhos, como me atiro so vagão direto em um pote de sorvete de doce-de-leite.

Na noite passada eu sonhei que estava comendo um sorvete de doce-de-leite do tamanho de um cone de sinalização de trânsito. Sério. Eu acho que vocês devem ter un sonhos mais interessantes que o meu. Desde que comecei o #whole60 tenho sonhado constantemente que estou comendo doces. Que aflição.

Por causa desses episódios que é importante pra mim completar esse desafio. Durando o #whole30, de alguma forma, eu me sinto “segura”.

Obrigada pelo apoio ❤

Novo Desafio! 60 Dias Whole30

KeepCalmWhole30É isso amiguinhos, no último post eu disse que ia começar um novo #whole30 em outubro, mas decidi antecipar o início do programa e completar um #whole60 antes do meu aniversário de 30 anos. LOU-CU-RA! Tomei a decisão porque passei a última semana meio ansiosa sobre o que fazer, dividida entre o queijo, o vinho, a manteiga e o xylitol, dormindo demais, cansada demais e ansiosa demais, sempre considerando dar aquela escapadinha, mesmo sabendo que a compulsão dorme ao lado da escapadinha e tem sono bem leve. Aí pra acabar com a enrolation, decidi dar a largada a um desafio bem desafiador amanhã mesmo e ter duas coisas a menos com o que me preocupar pelos próximos 60 dias: o cardápio e a balança.

Eu sei que para a maioria das pessoas é muito fácil manter uma dieta balanceada, mas isso pra mim é arte que ainda não consigo apreciar. Porém, fazendo o whole30 eu cuido muito mais da alimentação, respeito horários e faço melhores escolhas religiosamente, como consequência meu organismo funciona melhor, a alergia vai embora e o sono fica que é uma beleza. Estou meio nervosa em me comprometer por 60 dias corridos porque vou ter uns eventos sociais aí no meio, incluindo uma viagem. Vamos ver como as coisas vão sair, espero não dar nenhuma escorregada e contar aqui pra vocês, no dia 6 de novembro – dia que comemoro a chegada na casa dos 30, que completei o desafio. Os objetivos para esta vez são:

  • Aprender a comer 3 novos vegetais
  • Dormir melhor
  • Mandar a alergia embora
  • Eliminar 5Kg

No momento não estou participando ativamente de nenhum Grupo ou Fórum sobre o Whole30, Páleo ou LowCarb, mas vou postar o dia-a-dia no instagram @CarlaLowCarb 🙂 Vou tentar fazer updates sempre que der aqui no blog também!

IMG_2794

Low Carb Carla Ainda Existe!

Outro dia chegou uma mensagem ameaçadora do wordpress: renove o seu domínio ou lowcarbcarla.com vai sair do ar. Ui. Deu medo. Aí renovei, né? Mas só renovei porque a Receita do Leite Condensado Low Carb tem umas 50 visitas por dia, seus safadinhos. Pensam que eu não vejo que todo mundo tá atrás do leite condensado low carb?! Hahaha.

Deixando a brincadeira de lado, eu criei esse blog porque queria me motivar, mas daí a vida fora do blog já é bem motivadora (haha, até parece) que fico meio sem assunto. Também não quero ficar mais compartilhando aqueles doces maravilhosos e leite condensado low carb porque, nesses 2 anos e meio low carb, estou aprendendo muito sobre comida e compulsão, e uma coisa que aprendi é que não adianta querer substituir comida de verdade por comida de verdade disfarçada de comida de brinquedo. Isso pra mim é o mesmo que comer só um bombom da caixa. Nunca funciona.

Entre o final de março e agora fiz mais 1 whole30 completo e um whole25, falhei porque bebi vinho em um casamento no dia 26, mas enfim, depois do vinho comi pizza, aí já viu, ferrou tudo. Me mantive *low carb* na maior parte do tempo, exceto no mês passado porque passei 25 dias Brasil e COMI CARBOIDRATOS. Nos primeiros 10 dias consegui me controlar um pouco, mas depois teve de tudo, gente. Foi uma farra. Teve cerveja, teve pizza, teve pão de queijo, pão francês, pão caseiro, pão de forma, pão de centeio (porque é melhor, né :P), sorvete, leite condensado cremoso, paçoca, farofa, pudim, enfim. Foi tipo Disneyland pra viciado em açúcar. Sempre acontece quando eu saio de férias, e é um saco. Embora quase todo mundo tenha percebido que eu havia emagrecido, não deixei ninguém chateado e não recusei nenhuma comida oferecida. Ainda bem que não engordei tudo de volta aqueles 30Kg eliminados, mas engordei um pouco sim e agora já voltei ao foco.

  • No dia 10 de outubro vou participar de uma corrida de 5Km, isso é muito motivante! Estou treinado com um app chamado RunKeeper.
  • No dia 6 de novembro é meu aniversário de 30 anos. Nem acredito que vou estar mais magra do que no de 20 anos! Não vai ter bolo.
  • No dia 10 de setembro do ano que vem eu vou casar na igreja. Se tudo der certo, vai ser de tomara-que-caia – sem cair, né gente.

É tudo motivo pra alegria e pra escrever blog. Decidi que setembro vai ser um mês low-carb e em outubro vou fazer um novo #whole30 🙂

Aqui vai um antes e agora só pra me motivar e motivar a galera que está procurando por leite condensado low carb (se é você, fale comigo :P).

Screen Shot 2015-07-20 at 22.27.13