Sopa de Brócolis Low Carb

BROCOLIS_01A Sopa de Brócolis apareceu aqui no blog pela primeira vez em fevereiro de 2015 e, pra falar a verdade, foi a primeira vez que eu comi brócolis sem fazer careta, eu não tinha o menor carinho por este vegetal florido. A primeira vez que eu fiz segui ao pé da letra a receita do blog Nom Nom Nom Páleo, mas se lá pra cá eu não sigo uma receita ao pé da letra, já que é um prato bem versátil e eu normalmente faço com os ingredientes que tenho em casa, mas a base é a seguinte:

BROCOLIS_02

Ingredientes:

  • 600g de brócolis
  • 3 hastes de alho-poró
  • 2 cebolas brancas médias (ou 6 cebolinhas)
  • 1 colher de sopa de óleo de coco
  • 1 1/2 xícara de leite de coco
  • 1 colher de sopa de gengibre em pó (se vc gostar mais picante, pode usar 2 colheres de sopa, ou curry em pó também, fica uma delícia)
  • 750ml de caldo de algo* (de frango* ou de legumes)
  • Sal rosa (frescura minha?) e pimenta do reino moída na hora (essa não é frescura!)

Modo de preparo:

  1. Pique a cebola e alho-poró e refogue em óleo de coco por 10 minutos;
  2. Enquanto isso corte o brócolis em pedaços e lave bem, escorra, e coloque na panela com a cebola e o alho-poró, misture tudo;
  3. Adicione o caldo quentinho* até cobrir os vegetais (avalie as 750 pra ver se é muito ou pouco, se for muito não use tudo, se for pouco complete com água) e deixe cozinhar por 20 minutos;
  4. Adicione o curry, sal e pimenta, desligue o fogo e deixe descansar por 10m;
  5. Com um mixer de mão, misture tudo até ficar um creme e por último adicione o leite ou creme de coco;
  6. Voilá, eu sempre completo com um pouco de frango desfiado e sirvo com mais pimenta moída na hora.

*Eu normalmente uso caldo de frango e preparo antes da sopa, faço assim: cozinho dois peitos de frango em água, óleo de coco, uns pedacinhos de pimentões, sal e pimenta por +- 30m, até o frango ficar ao ponto de desfiar, daí uso o caldo que sobra na sopa. Se vc não for usar frango, daí faz o caldo como quiser. Se você não segue nenhuma dieta ou protocolo específico e ainda come açúcar e condimentos, até aqueles blocos de tempero em caixinha devem servir.

BROCOLIS_03

 

E aí, deu certo? ❤

Cobertura & Recheio de Amendoim Low Carb

photo 3 (4)Depois de um mês cheio de atividades viajísticas, hoje decretamos o dia da preguiça aqui em casa. Nada de tirar os pijamas ou realizar atividades que exigissem sair de casa. Mas, como passei os últimos finais de semana em função do trabalho, queria fazer um carinho culinário pro marido, que no quesito doce ainda tem seus dotes limitados à barras de chocolate 90% cocoa, hehe. Queria fazer, mas no dia da preguiça não podia passar mais de 1h na cozinha.

Apelei pra receita básica de Muffins de Chocolate e inventei no recheio e cobertura. Ficou BEM BOM GENTE! Renderam 6 muffins grandes e 24 mini-muffins que vou levar pro pessoal do trabalho amanhã.

Ingredientes:

  • 140g de Cream Cheese em temperatura ambiente
  • 4 Colheradas Super Cheias de Manteiga de Amedoim (a que eu uso é tipo caseira, com uns pedacinhos de amendoim no meio)
  • 1/3 Xícara de Creme de Leite
  • 5 Colheres de Sopa de Adoçante Confeiteiro (eu usei Sukrin)

Como faz? Bate o cream cheese  com a manteiga de amendoim. Depois adiciona o resto e bate bem. O processo todo demora uns 3 minutos, bem rápido mesmo. Depois é só usar para decorar seus muffins, rechear bolos ou matar a vontade de um docinho de colher.

Rendimento: Para cobertura e recheio abundante de todos os muffins (6 grandões e 24 pequenos).
photo 2 (5) photo 1 (5)

Leite Condensado Low Carb

photo 1 (4)Este leite condensado foi totalmente um acidente, ele queria mesmo era ser doce de leite – e nem eu mesma soube o que ele era até levar para uma colega do trabalho provar. Na hora ela exclamou “tu fez leite condensado sem açúcar!!!”. Nem consegui acreditar, faz tanto tempo que não como leite condensado normal que nem lembro mais o gosto. Mas segundo ela, que come, é isso mesmo. Então achei que valia a pena escrever a receita aqui, no caso de você ter abundância de xylitol em casa e decidir experimentar. Tem que ser xylitol ou algum adoçante natural granulado. Stévia, líquido ou doçurinha não vão adiantar. Tem que ser granulado.

Ingredientes:

– 1 Xícara de Creme de Leite

– 1/2 de Água

– 1/2 Xícara de Manteiga

– 2 Xícaras de Adoçante Granulado (eu usei xylitol)

– 1/2 de Extrato de Baunilha ou Caramelo

– Pitada de Sal

photo 2 (4)

Modo de Preparo:

0. Em uma panela, misture o adoçante com a água. Mexa sem colocar no fogo até dissolver o adoçante.

1. Leve ao fogo baixo até levantar fervura. Quando começar a ferver, fique mexendo sem parar. Uns 20 minutos.

2. Vai começar a ficar douradinho, continue mexendo até ficar na cor de caramelo, mas sem queimar.

3. Adicione a manteiga e mexa até derreter bem. Cuidado para não se queimar porque vai borbulhar bastante mesmo. Quando a manteiga estiver derretida retire imediatamente do fogo.

4. Adicione o creme de leite aos poucos e vá mexendo até ficar bem misturado. Adicione o extrato que você escolheu e uma pitadinha de sal.

Pronto, só deixar esfriar e colocar em potes lacrados. Rendeu um total de 500ml, levei metade de presente e as outras 250ml deixei na geladeira e consumi em 3 semanas – tem que mexer sempre que vai consumir pq fica uma “natinha” por cima.

photo 3 (3)Fique pensando, será que dá pra fazer brigadeiro com esse leite? Na próxima eu vou tentar!

Chips de Couve Crespa (Kale)

photo 3-2

Outro dia tive um siricutico interno no supermercado quando encontrei um pacote de chips de couve crespa (kale) sabor de sal e pimenta COBERTO com uma deliciosa manteiga de cajú e com apenas 3.2g de carboidratos. Pensem na alegria da gordinha ❤ Esse chips só tem um problema, cada 25g custa 2 libras, mais ou menos R$8, aí não dá né pra se viciar, né.

Aí como fazer drama é comigo mesmo, estava reclamando no trabalho do preço absurdo por 25g de couve e a minha colega Michelle Davila me deu a solução: faça você mesma 😀 Ela me passou a receita e ainda me deu um pacote!

Pelo que percebi, a couve crespa é super versátil e, na real, vai ficar chips do sabor que você quiser, acho que dá pra ser bem criativo com ela.

photo 2-2

A que eu fiz hoje foi assim:

Ingredientes:

  • 2 maços grandes de couve crespa limpinha, sequinha (bem sequinha) e sem talos. Eu cortei com as mãos mesmo.
  • 2 colheres de sopa de manteiga derretida.
  • Sal e Pimenta.

Como fiz:

  • Pré-aquecer o forno à 150 graus
  • Seguindo a dica da Michelle, coloquei a couve em um ziplock (fiz em 2 vezes pq meu saco era pequeno), coloquei os temperos e fiquei apertando até todas as couvezinhas receberem tempero e gordurinha.
  • Espalhar a couve em uma forma, uma separadinha da outra, e assar por 10 minutos – retirar do forno, virar elas ao contrário e assar por mais 10 mindinhos.
  • Pronto, só retirar do forno, esperar uns 3 minutinhos e servir.

photo 1-2

Muchas gracias Michelle! :*

Geléia de Morango Sem Açúcar

Morango era o meu sabor favorito de bolacha recheada. E de iogurte.  E de sorvete. Mas quando se tratava da fruta, o único jeito de comer era dentro de uma trufa de leite condensado, no meio de um bolo recheado com chantilly ou no fondue.

Também usava bastante na cantada que a minha amiga Danusa me ensinou para pegar rapaz, diz que era um flerte avassalador lá em Palmeira das Missões. Era assim: Tu chegava no carinha na festa e perguntava “Hey, tu gosta de morango?”, aí ele respondia “Sim”, e tu falava “Prazer, moranguinho“. Teve uma vez um que não gostava de morango, fiquei sem reação. HAHAHA.

E, já que estamos falando em moranguinho, eu fui a Boneca Moranguinho na pré escola, mas da fruta eu não queria saber – Eis que agora, depois de grande, redonda e rosada, morango virou minha sobremesa favorita. Aqui na Inglaterra tem morango pra dedéu, são baratos, gigantes, bonitos e super docinhos. A gente compra quase todo sábado, mas na quarta-feira já começam a ficar meio coitadinhos e, para evitar o desperdício, ontem inventei uma geléia/chimia/marmelada/doce, que não tem açúcar porque eu não como açúcar, mas que tem Xylitol, que é a primeira maravilha em se tratando de substituir o malvado açúcar e sua maravilhosa textura.

photo 3

Você vai precisar de:

  • 1 Xícara de Morangos frescos, limpinhos e picados
  • 1 Colher de Sopa de Água
  • 1 Colher de Sopa de Suco de Limão
  • 1/3 Xícara de Xylitol

photo 2

  1. Leve todos os ingredientes para uma panelinha em fogo baixo e deixe cozinhar, mexendo sempre, por uns 3 minutos. Vai ficar bem aguado.
  2. Coloque toda a mistura em um processador ou liquidificador e pulse umas 3 vezes – você quer pedacinhos de morango lá, então não bata muito. Se você ficar com preguiça de levar pra bater, amasse na panela mesmo.
  3. Deixe lá, fervendo em fogo baixo, por uns 20 ou 30 minutos até começar a ficar com aquela textura de coisa pronta, que quando passa a colher no fundo a panela você consegue ver o fundo por uns 3 segundos antes que volte ao normal.

Pronto. Transfira para o potinho onde você vai guardar e deu. A minha porção rendeu meia xícara de geléia, se você quiser fazer mais, acho que é só ir aumentando proporcionalmente os ingredientes.

photo 1

moranguinho

Pizza de Couve-Flor Low Carb

photo 3 (1)A minha relação com a couve-flor nunca foi boa. Nunca mesmo, principalmente com o cheiro dela. Na verdade qualquer legume cozido me dava coisinha e só de sentir o cheiro já escapava de fininho. Mas tá, quando decidi experimentar a vida low-carb eu sabia que não só de ovo e bacon a Carla viveria, mas de muita verdura. Daí que camuflar os legumes de comida-lixo virou a minha rotina para aprender a comer. Agora eu juro que já consigo comer couve-flor só cozida e nem passo mal, hehehe.

Essa receita de “massa” de pizza feita de couve-flor é mega popular nas internets e tem vááários jeitos de preparar. Você pode ver algumas receitas aqui, aqui e aqui (e mais umas quatrocentas mil no google), são todas meio parecidas, umas mais frescas que as outras, mas acho que todas gostosas no geral. A que eu fiz hoje ficou bem crocante, inspirada nesta, mas com umas coisas a menos.

photo 2 (2)

Ingredientes:

  • 3 Xícaras de couve-flor ralada crua (uma cabeça de uns 20cm de diâmetro)
  • 1 Xícara de mussarela ralada
  • 1 Ovo 
  • Sal e Orégano (e outros temperinhos que vc quiser)

Modo de Preparo:

  1. Pré aqueça o forno 250 graus
  2. Rale a couve flor ou triture no processador de alimentos
  3. Leve ao micro-ondas por 8 minutos em potência alta, retire e deixe esfriar pra não queimar a mão
  4. Coloque a couve flor no meio de um pano de prato (daqueles fininhos bem básicos)
  5. Enrole o pano e esprema. Esprema. Esprema. Não precisa nem ir na academia no dia que for fazer esse prato, porque você vai cansar o braço. Tente remover o máximo de água que puder.
  6. Coloque em uma bacia e adicione o ovo, o queijo, sal e temperinhos. Misture tudo com as mãos.
  7. IMPORTANTE: Unte muito muito bem um papel de cozinhar e coloque em uma forma de pizza – se tiver daquelas furadinhas embaixo melhor ainda.
  8. Espalhe a “massa” na forma. Use papel toalha e tente tirar mais água pressionando a massa na forma.
  9. Asse por 15 minutos, tem que ficar coradinha por cima, como na foto
  10. Retire do forno e deixe esfriar 5 minutos.
  11. Vire a forma em cima de outra forma do mesmo tamanho ou em uma superfícia lisa.
  12. Remova cuidadosamente o papel.
  13. Leve novamente ao forno, com a parte de baixo pra cima, por mais 5 minutos.
  14. Retire. Recheie com o que quiser.
  15. Leve novamente ao forno por 5 minutos até o queijo da cobertura gratinar.
  16. Deixe esfriar por 10 minutos antes de servir. Corte e pronto 🙂

Rendimento: 8 fatias

Ideia de Cobertura: Molho de tomate caseiro, queijo, calabresa, mussarela de búfala e cebolinha 🙂

photo 1 (2)

Maridinho aprovou e disse que nem tinha gosto de couve-flor ❤